O cliente sempre tem razão?