Por que Life is Strange 2 tem tudo para superar o primeiro