A Sony não quer o nosso dinheiro