E se Vingadores: Guerra Infinita fosse um JRPG?