Sega chora por rede de fliperamas devastada pela pandemia